A sua escolha em viagens bíblicas para Israel, Egito, Jordânia, Turquia e Grécia!

  • slideslateral

Veja Israel ao Vivo

Agora você pode ver alguns lugares em Israel ao Vivo!

Muro das Lamentações
Cidade Antiga - Jerusalém
Tel Aviv

Whitepaper - Festa de Tabernáculos

E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. (Zacarias 14:16)

O que é e quando acontece?

Nos dias 08 a 17 de outubro próximos a Terra Santa estará em festa para celebrar Tabernáculos. Esta é uma festa dos judeus que celebra a bondade de Deus que os protegeu no deserto durante o Êxodo, fazendo-os habitar em tendas após a saída do Egito. Baseados no versículo acima, a comemoração não é apenas Judaica. É uma festa também comemorada por peregrinos de todas as nações.

Origens Bíblicas

A palavra “tabernáculo” origina-se da palavra latina “tabernaculum” que significa “uma cabana, um abrigo temporário”. No original hebraico a palavra equivalente é sukka, cujo plural é sukkot.

A Festa de Tabernáculos dura sete dias, do 15º ao 21º dia do mês Hebraico de Tishrei (normalmente em meados de Outubro). O primeiro e último são os mais festivos, sendo o primeiro dia sagrado, um dia de descanso quando nenhum trabalho é permitido. O oitavo dia é chamado de Shemeni Atseret, que é uma festa à parte. Durante a festa se oferecem sacrifícios todos os dias ao senhor.

sukkat

E celebrá-la-eis como festa ao Senhor por sete dias cada ano; estatuto perpétuo será pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis. Por sete dias habitareis em tendas de ramos; todos os naturais em Israel habitarão em tendas de ramos, para que as vossas gerações saibam que eu fiz habitar em tendas de ramos os filhos de Israel, quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o Senhor vosso Deus. (Levítico 23: 41-43)

Durante a comemoração os judeus devem construir tendas (Sukka) com folhas e galhos de árvores e decorá-las com frutas da época. Nessas moradias eles devem habitar durante os sete dias, comendo e bebendo, mesmo o mais poderoso dos homens, e compartilhando com todos ao seu redor: “seus servos, o estrangeiro, o órfão e a viúva que estiverem dentro dos seus portões”. (Deuteronômio 16.14)

Estas cabanas feitas de ramos dão uma imagem perfeita da unidade que Deus quer trazer ao povo. O povo devia deixar as suas terras, as suas casas, os seus afazeres, para habitar em conjunto em cabanas e celebrar um festival para o Senhor
Nenhuma benção é recitada quando se constrói a sukka, pois a ordem fundamental é “habitar” na sukka e não meramente construi-la. Uma benção é recitada imediatamente antes de comer e dormir na sukka.

A festa é também chamada de Festa da Colheita, pois é nessa época que são colhidos os últimos frutos da terra. Após meses de trabalho, finalmente os fazendeiros eram recompensados.

Sete dias celebrarás a festa ao Senhor teu Deus, no lugar que o senhor escolher; porque o Senhor teu Deus te há de abençoar em toda a tua colheita, e em todo trabalho das tuas mãos; pelo que estarás de todo alegre. (Deuteronômio 16:15)

A Páscoa, Pentecoste e a Festa dos Tabernáculos são consideradas pelos judeus festas de peregrinos, porque nestas três festas era exigido que todo homem judeu fizesse uma peregrinação até o Templo, em Jerusalém. Nestas ocasiões o povo trazia os primeiros frutos da colheita da estação ao Templo, onde uma parte era apresentada como oferta a Deus.

Um dos costumes da Festa de Tabernáculos é o preceito das quatro espécies: cidra, folha de Palmeira, murtas e salgueiros. Essas quatro espécies adquirem significado de unidade e harmonia. Quando são recitadas as bênçãos sobre as plantas, os ramos são sacudidos aos quatro cantos da Terra, simbolizando que Deus está em todos os lugares.

No primeiro dia tomareis para vós o fruto de árvores formosas, folhas de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros de ribeiras; e vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus por sete dias. (Levítico 23:40)

A Festa de Tabernáculos hoje em dia

A Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém promove diversos eventos durante a Festa De Tabernáculos.

O primeiro, que abre a festa, é uma celebração com um jantar ao ar livre com todos os peregrinos que acabam de chegar. Geralmente essa abertura é realizada na En-Gedi, um oásis no deserto, onde Davi escondeu-se de Saul (1 Sm 23:29). Em seguida, os visitantes caminham juntos até Jerusalém, simbolizando a entrada no Templo após o Êxodo.

Durante a semana da comemoração, seminários são apresentados todas as manhãs. Os temas são variados, mas o foco são as perspectivas proféticas para Israel e os últimos dias. À noite, os cristãos participam de um culto de louvor e adoração.

O último dia é considerado o ponto alto da festividade. É neste dia que milhares de peregrinos usam seus trajes nacionais e exibem bandeiras de amor a Israel e marcham pelas ruas da Cidade Santa de Jerusalém, celebrando a bondade e a proteção de Deus.

Você quer participar de uma Festa de Tabernáculos em Jerusalém? Venha fazer parte do nosso grupo de 2014!

 

Próximo: Peregrinações

Não nos responsabilizamos por pagamentos feitos a terceiros que não sejam cheque nominal ou depósito na conta corrente da Terra Santa Viagens.

© Copyright [Terra Santa Viagens] - Sitemaps: HTML | XML | URL | RSS