A sua escolha em viagens bíblicas para Israel, Egito, Jordânia, Turquia e Grécia!

  • slideslateral

Veja Israel ao Vivo

Agora você pode ver alguns lugares em Israel ao Vivo!

Muro das Lamentações
Cidade Antiga - Jerusalém
Mar de Galiléia (Lago de Genesaré)

Whitepaper - Influência judaica nos costumes evangélicos

As tradições do povo judeu nos cultos cristãos é assunto discutido frequentemente entre os evangélicos. Muitas igrejas em diversas denominações a cada dia mais fazem uso de objetos, festividades e muitos outros hábitos da cultura do povo de Israel.


Jesus Cristo era judeu, assim como seus apóstolos, que não deixaram de ser judeus por terem se tornado cristãos, como se vê na Palavra:

E, ouvindo-o eles, glorificaram ao Senhor, e disseram-lhe: Bem vês, irmão, quantos milhares de judeus há que creem, e todos são zeladores da lei.
Atos 21:20

Os hábitos aderidos pelos cristãos, nada mais são que os hábitos do próprio Cristo, enviado para provar que os profetas haviam dito e para salvar judeus e gentios. Cristo era um cumpridor da lei de Seu Pai:


Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.
Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.
Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
Mateus 5:17-19

Jesus veio à Terra para salvar a nação escolhida por Deus, os judeus. Muitos creram nele, outros não. Independente de crerem ou não, a salvação de todos depende da salvação do povo de Israel.

As Promessas do Senhor confirmam que Israel será salvo antes de salvar todas as nações e que no fim dos dias o Seu povo será libertado através de Jesus e crerão Nele.

E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.
E esta será a minha aliança com eles, Quando eu tirar os seus pecados.
Assim que, quanto ao evangelho, são inimigos por causa de vós; mas, quanto à eleição, amados por causa dos pais.
Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento.
Romanos 11:26-29

Quando Jesus foi para o lado do Pai deixou aqui a sua Igreja cuidar da salvação de gentios e judeus.

Os Judeus, mesmo não acreditando no Messias, são os Filhos de Israel, e a igreja deve olhar por eles. Seguir suas tradições é o mesmo que seguir a Bíblia, pois elas estão na Palavra.

O que os cristãos fazem não é seguir os costumes, e sim os princípios bíblicos. Por exemplo, o uso do Talit que muitos evangélicos aderiram tem fundamentos bíblicos:


Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Que nas bordas das suas vestes façam franjas pelas suas gerações; e nas franjas das bordas ponham um cordão de azul.
E as franjas vos serão para que, vendo-as, vos lembreis de todos os mandamentos do SENHOR, e os cumprais; e não seguireis o vosso coração, nem após os vossos olhos, pelos quais andais vos prostituindo.
Para que vos lembreis de todos os meus mandamentos, e os cumprais, e santos sejais a vosso Deus.
Números 15:38-40







Usar o Talit não significa idolatria, é um pedido do Senhor para que Seus mandamentos sejam lembrados. Jesus usava Talit, como o apóstolo Mateus contou nessa passagem:

E eis que uma mulher que havia já doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla de sua roupa;
Mateus 9:20

O fato de alguns cristãos falarem ou sentirem vontade de falar a língua Hebraica não é nenhum mal, pois é a língua em que a Bíblia foi escrita e língua que Deus falava aos seus e que Jesus pregou o evangelho.

As festas Judaicas, como a Festa de Páscoa e Tabernáculos, também são bíblicas, não apenas tradições. Todas as festividades foram ordenadas pelo Senhor para que sua bondade fosse lembrada e em sinal de amor por Ele.

Os hábitos alimentares dos judeus, baseados em Levíticos 11, são seguidos a risca pelos Judeus e são orientações de Deus, que conhece nosso corpo e sabe o que devemos ou não comer, pois foi Ele mesmo quem nos criou. Para fazer diferença entre o imundo e o limpo; e entre animais que se podem comer e os animais que não se podem comer. Levítico 11:47

Assim como os judeus não deixaram de ser judeus ao crerem no Messias, o cristão que faz uso de costumes judeus com princípios bíblicos também não se torna judeu. Os evangélicos se fundamentam nas Escrituras e se sentem mais perto de Deus ao seguirem costumes dados por Ele ao seu povo. O papel da Igreja é orar pela salvação de Israel. Não cabe ao cristão dizer se os hábitos judeus são certos ou errados.

Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.
Romanos 14:13

Os sentimentos cristãos pelo povo judeu e pela Terra Prometida devem ser cultivados, pois disso depende a Salvação.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre o povo de Deus e percorrer os caminhos de Jesus, acesse o site da Terra Santa Viagens e confira os roteiros especiais, inclusive para a Festa de Tabernáculos.

 

Próximo: As Viagens Missionárias do Apóstolo Paulo          Anterior: O poder do Espírito Santo na unção com óleo

Não nos responsabilizamos por pagamentos feitos a terceiros que não sejam cheque nominal ou depósito na conta corrente da Terra Santa Viagens.

© Copyright [Terra Santa Viagens] - Sitemaps: HTML | XML | URL | RSS